domingo, 26 de abril de 2015

Bourjois Healthy mix base: review

Olá a todas!

Ultimamente tenho andado a experimentar novos produtos e/ou looks para o dia-a-dia.
Na busca por uma nova base que fosse comparável à Sheer Glow da Nars (nunca consigo arranjar o meu tom sem ser online, e é caríssima), decidi experimentar a Healthy Mix, da Bourjois.


Já tinha lido bastante sobre ela e tinha ficado curiosa. Experimentei-a na Sephora e vi que tinha uma boa seleção de cores e um brilho muito bonito - parecido à tão desejada base da Nars. Pensei em apostar num tom ligeiramente mais escuro do que o atual, para quando uso auto-bronzeador e fico com uma corzinha saudável (sou muito pálida) ou para quando chegar o verão. 


Ora, eis a minha sincera opinião:

- Apesar de ter comprado um tom consideravelmente mais escuro que o meu tom de pele (impossibilita o seu uso quando não estou bronzeada), adoro esta base!
- O cheiro é maravilhoso: cheira a fruta fresca, tal como dá a entender no rótulo,
- A textura é muito agradável: espalha-se facilmente, tem um certo brilho mas não é oleosa,
- A cobertura é média, por isso apenas com uma camada tapa praticamente todas as imperfeições,
- A durabilidade é boa: resiste uma média de 10h com muito bom ar (depois disso começa a precisar de uns retoques, já que a minha pele tem tendência a ficar oleosa na zona T),
- O preço é simpático: 18€.


Resumindo: o aspeto final da pele com esta base é bastante bonito. Aconselho-a e penso ser uma boa aposta independentemente do tipo de pele de quem a usa (para peles secas, tem a hidratação suficiente; para peles oleosas, nada que a aplicação de um pó matificante não resolva).

E vocês, já experimentaram a Healthy Mix? Qual a vossa base favorita do momento?

Até já.

--

Hi Everyone!

Lately I’ve been trying some new products and everyday makeup looks.

In the search for a similar foundation to the Nars Sheers Glow (I can only find my shade online and it’s expensive), I came across with the Bourjois Healthy Mix Foundation.

I tried it at Sephora and it looked similar to the Nars one in the sence that it has a very beautiful glow. So, I bought a darker shade than I usually use, for those days when I have fake tanned or for the summer.

So here’s my honest review:

- Although I’ve bought a much darker shade than I should have (it’s impossible to use if I’m not tanned), I do really love it!
- The texture is great: really easy to blend, doesn’t look caky or heavy,
- Has the right amount of glow: it’s good for every skin type,
- Lasted really good on me for around 10 hours (I tend to have oily skin in my T zone, so after 10 hours there’s a need for touchups),
- The smell is amazing: really reminds me of fresh fruit – just like the packaging suggests,
- It has medium coverage, so with only one layer almost all imperfections are covered,
- The price is nice: 18€, comparing to the 50€ I would pay for Nars Sheer Glow.

To sum up: I think it’s a good base/foundation and I would recommend it. It’s suited for all skin types because it has the right amount of hydration and for oily skin it can be fixed with a matte finishing powder. 
The overall look of skin Healthy Mix is great, you don’t really need much product to look good.

And you, have you ever tried this foundation? What is your current favourite?


Talk to you soon,

sábado, 11 de abril de 2015

Comigo não funcionam / They don't work for me


Olá a todas!

O post de hoje é ligeiramente diferente. Hoje venho falar-vos de alguns produtos de beleza com os quais não tenho tido uma boa relação. 


Isto não quer dizer que para vocês eles não sejam adequados, mas pelo menos a mim não me conquistaram. 

Ultimamente tenho tido muita vontade de experimentar produtos de que tanto se fala na blogosfera. Para vos dar a minha opinião sincera, tenho de os experimentar e dar-lhes várias oportunidades. No entanto, há alguns produtos que me desiludiram um pouco e acho que não se justifica o tanto que se fala deles.

O primeiro e certamente o mais controverso é o "ovo"-esponja para aplicação da base/corretor. O que eu comprei não é o famoso Beauty Blender, mas sim a versão mais barata, da Sephora. A expectativa era elevada: em quase todos os vídeos que vejo no Youtube aparece uma destas esponjas e os elogios são alargados. 


Na primeira utilização que fiz, não humedeci a esponja (as instruções de uso não referem se quer este facto). O que senti foi que esta absorvia quase toda a base e não a espalhava como devia. Para o fazer, tinha de usar muito mais produto (o que não pode ser bom para as nossas finanças, estar constantemente a comprar base). 
No entanto, tentei outra vez. Da segunda vez apliquei a base com pincel e optei por recorrer à esponja para aplicar o corretor. Desta vez gostei mais dos resultados, mas noto que a precisão  com que o produto é aplicado fica aquém dos pincéis próprios para corretor. Segunda tentativa: segunda desilusão. 
Da terceira vez optei por humedecer a esponja e aplicar com ela a base. Confesso que os resultados foram melhores, mas mesmo assim não me convenceram. Sim, o resultado é extremamente natural e não dá um ar nada pesado, quase parece que nem temos base... Mas talvez isso se deva ao facto de a maior parte do produto ser absorvida pela esponja! 
Resumindo: não gosto de usar esponja, quer seja para base ou para corretor.

Outro produto de que muito se fala, mas que para mim não funciona é o hidratante de lábios Carmex. Na minha recente visita a Londres não lhe resisti e trouxe o boião com aroma a cereja comigo. 


Só depois reparei que este hidratante tem na sua composição petróleo (como a maioria dos batons). Sendo eu alérgica a qualquer batom que tenha petróleo, posso dizer-vos que o Carmex para mim vai ficar resumido a uma lembrança. Deixa-me os lábios ligeiramente inchados, muito quentes e a pele começa a escamar, em vez de fazer o efeito contrário. Provavelmente vou desinfetá-lo e oferecê-lo a alguém.

Ainda na onda de experimentar novos produtos, decidi apostar na paleta de corretores Allround Concealer, da Catrice. Tinha visto um tutorial no Youtube em que era aconselhada a aplicação de um corretor laranja antes do cor de pele, para melhor disfarçar as olheiras escuras (sofro deste mal diariamente).



Tinha visto reviews desta paleta da Catrice, que tem um tom laranja, e decidi comprá-la. Da primeira vez que a usei não fiquei convencida, mas achei que talvez fosse falta de prática minha. Voltei a usá-la mais alguma vezes e até usei o tom mais escuro para fazer o contorno do rosto. Mas resumindo: acho a textura demasiado cremosa e um pouco oleosa. Fica muito à superfície da pele, custa a fixar e fica sempre com brilho, mesmo depois da aplicação do pó translúcido. 

Quem lê este blog com frequência sabe do meu amor pela marca de cosméticos KIKO. No entanto este produto é, para mim, um fail. Supreme eyeshadow é o nome desta sombra em mousse, de edição limitada. 



packaging é lindo e a cor do boião é maravilhosa... no entanto, quando aplicada, esta sombra apenas transfere brilho e não cor. Devo alertar, o brilho é mesmo intenso! Para quem gosta de sombras deste género, não deve haver problema, mas para mim é de mais. 

O último produto de maquilhagem que me deixou desiludida foi a máscara da Ibiza Ibiza. Foi-me gentilmente oferecida pela Maquillalia, numa das minhas compras, e sabendo que a maioria dos produtos que têm à venda é barata, mas de ótima qualidade, fiquei entusiasmada. 


Ainda não tinha nenhuma máscara de pestanas castanha (normalmente uso preta), por isso estava com vontade de ter uma que servisse para os dias em que uso menos maquilhagem. Esta máscara é composta por fibras, que supostamente servem para aumentar o volume das nossas pestanas... só que só liberta fibras e faz pouco efeito. Eu tenho olhos sensíveis e fez-me imensa impressão ter fibras a entrar para os olhos! Por isso, não recomendo esta máscara.

Volto a lembrar que, apesar de estes produtos não funcionarem para mim, podem ser bons para vocês. Experimentei-os todos várias vezes, antes de escrever este post, para ter a certeza de que não era apenas falta de prática. 

E vocês, também andam a testar maquilhagem nova? 

Até já,