sábado, 6 de junho de 2015

Cabelo: transformação / Hair transformation


Olá a todas!

Já há muito tempo que não escrevia sobre cabelos e hoje, trago-vos um post em que falo sobre a minha experiência de transformação (não, não é do género Bruce vs. Caitlyn). Heheh

No ano passado decidi fazer um corte radical e de um cabelo super comprido passei para um lob (long bob). Durante alguns meses tudo bem, o corte é super fashion e até me deu um ar mais leve e jovem. O problema é que já estava a custar a crescer, estava com um tamanho intermédio muito estranho e não me sentia confiante com o look. Depois de alguma pesquisa, decidi que não havia mais nenhuma solução se não esta: colocar extensões.

ANTES
Foto: Manubela Cabeleireiros


DEPOIS
Foto: Manubela Cabeleireiros
Numa ida ao cabeleireiro para corrigir a cor e fazer a coloração da moda (Sombré), vi uma menina a fazer a manutenção das suas extensões e aproveitei para tirar todas as dúvidas. Aqui fica o meu alerta: antes de gastarem dinheiro em extensões e de apostarem numa solução deste género, façam todas as perguntas possíveis e imaginárias ao vosso cabeleireiro. 

As  minhas extensões são em banda, de cabelo humano ligeiramente ondulado (como o meu natural), e ficam presas madeixa a madeixa com micro-anilhas. Este tipo de extensões é conhecida como micro-bead extensions: são diferentes, porque não é usado calor, keratina, cola ou linha. As anilhas/contas são muito pequeninas e a sua parte interior tem silicone. Quando são apertadas contra o cabelo (com um alicate), o silicone impede que escorreguem e que danifiquem o cabelo. As que me foram aplicadas eram loiras e foram pintadas para que o seu tom se aproximasse do meu, dando o efeito sombré que já tinha antes. 

O processo de aplicação foi demorado, mas valeu a pena - foram quase 4 horas, onde foram aplicadas quatro bandas de extensões, estas foram pintadas, o meu cabelo foi cortado para se misturar melhor e foi feito o styling. O objetivo era dar comprimento e um pouco mais de volume, já que o meu cabelo natural é fino.

Não vos vou dizer qual o valor exato que paguei, porque todos os casos são diferentes e é sempre feito um orçamento que varia conforme o trabalho (corte, coloração, etc), mas posso dizer-vos que foram mais de 200€. Valeu cada cêntimo!

A manutenção deste tipo de extensões deve ser feita de dois em dois meses, embora também esse período possa variar (conforme o crescimento do nosso próprio cabelo, o cuidado que temos no dia-a-dia, as agressões a que o cabelo está sujeito). O valor das manutenções prende-se com o número de bandas que têm de ser substituídas - até 40€ (10€/banda), no meu caso.

Passados quase dois meses decidi marcar a minha manutenção, até porque queria escurecer um pouco as extensões que, com as lavagens, se estavam a tornar demasiado loiras em comparação com o meu cabelo natural. Qual não foi a minha surpresa quando me disseram que elas estavam super bem tratadas e que praticamente nem precisava da manutenção.?! :) Assim sendo foram aplicadas duas ou três anilhas que já tinham caído e foi feita uma matização da cor, para que parecesse menos loira. 

Foto: Manubela Cabeleireiros
Mas bem, quais são os cuidados que tenho no dia-a-dia, perguntam vocês?
- Lavar o cabelo o mínimo de vezes possível (eu sei, parece pouco higiénico, mas devemos fazê-lo para evitar agredir demasiado os fios de cabelo. Shampoo seco ajuda bastante nos dias entre lavagens),
- Dormir sempre com uma trança, para evitar que os cabelos se embaracem e se criem nós junto às anilhas,
- Nunca dormir com o cabelo húmido,
- Secar bem com o secador junto às raízes,
- Só uso a escova Tangle Teezer (escovo várias vezes aos dia, e sempre de manhã e à noite),
- Não aplicar condicionador junto às raízes, já que isso pode fazer com que as anilhas escorreguem mais facilmente,
- Aplicar sempre um óleo hidratante nas pontas (cabelo loiro tem ainda mais tendência para ficar seco e espigado - normalmente uso Moroccanoil).

Só há dois aspetos que, a meu ver, podem ser menos agradáveis:
- No dia da aplicação das extensões e nos dias seguintes, o couro cabeludo fica bastante dorido (a primeira noite é extremamente desconfortável),
- Normalmente tenho sempre bastante comichão - calculo que sejam fios de cabelo que ficam presos nas contas e que façam fricção.

De resto, posso dizer-vos que já fui à piscina, à praia... e que tem corrido tudo muito bem. Basta levar a escova e passar no cabelo por inteiro antes de o deixa secar.
Tenho feito vários penteados (tranças, apanhados, etc), usado liso ou ondulado e adoro!  Já para não falar na qualidade do cabelo, que é mesmo impressionante. Sinto-me realmente muito melhor com o cabelo comprido e acho que fiz uma boa escolha.

E para quem quer saber onde foi feita esta transformação, aqui ficam as infos:
Manubela Cabeleireiros
Rua Ferreira Borges 17 viv Anabela Casal do Rato, 
1675 042 Pontinha
Lisboa, Portugal

A Anabela Pereira (e a sua equipa) faz milagres e é super profissional! Explica tudo, tira todas as dúvidas, dá conselhos sobre o que nos fica melhor e domina a técnica como ninguém. Aconselho vivamente os seus serviços. 

O que acham do resultado? Já experimentaram extensões?
Até já,

terça-feira, 2 de junho de 2015

Já não vivo sem: proteção solar / Can't live without: sunscreen


Olá a todas!

Ultimamente tenho andado obcecada com um tipo de produtos e queria partilhar convosco esta minha "mania" saudável.

Atualmente não vivo sem proteção solar: isto significa que a minha escolha de produtos para a  pele se alterou e que agora, na minha lista de prioridades aquando da compra, está sempre o Fator de Proteção Solar.


 Sabiam que estamos expostos aos raios ultra-violeta (UV) não só quando apanhamos sol na praia, mas também quando praticamos desporto ao ar livre, fazemos jardinagem ou simplesmente quando caminhamos ao sol? Daí esta minha constante preocupação… 

Eu tenho pele/olhos claros e muitos sinais e, por isso, tenho de ter cuidados redobrados. Sou acompanhada pelo dr. Juan Ocaña, dermatologista, na clínica CUF de Belém. Com ele faço um check-up aos meus sinais e controlo as suas formas e cores. Consulta anual para controlo da pele devia ser obrigatória, na minha opinião. 

 há vários anos que tento não me expor ao sol nas horas de maior calor – nas esplanadas sento-me sempre à sombra e já não consigo ir à praia sem levar um chapéu ou guarda-sol (onde fico a maior parte do tempo). Quando vou à praia estou constantemente a reaplicar o protetor solar (gasto as embalagens num instante), sendo que só uso fator 30 ou 50 – de preferência 50, e a primeira aplicação é sempre feita ainda antes se quer de me expor ao sol. Assim, raramente apanho escaldões! ;)

Mas mais recentemente tenho sentido que devo ter mais cuidado com a pele, não só no verão ou quando vou à praia – há que proteger este nosso órgão todo o ano. Tenho vários produtos de uso diário com Fator de Proteção Solar (FPS) – hidratante de rosto, primer, base, bronzer e hidratante de corpo. Já para não falar do facto de andar sempre de óculos de sol.
 


 
E agora uma novidade: já ouviram falar de Manteiga de banho com FPS 30? Pois é, a Lush está sempre a inovar! Para quem não conhece, trata-se de uma marca de cosméticos naturais, feitos à mão, que não testa em animais. É muito conhecida pelos seus produtos para o banho (bombas de banho – daquelas que se atiram para dentro da banheira e fazem espuma colorida e bem cheirosa, sabem?). A sua mais recente inovação é The Sunblock cuja descrição promete: “esta manteiga de banho sólida com SPF 30 contém calamina em pó, manteiga de cacau orgânica e de Comércio Justo e absoluto de rosa para deixar a tua pele protegida e hidratada. Para quem gosta de um duche antes de um dia de praia, é a melhor maneira para preparar a pele para a exposição solar.” Confesso que agora sim, me sinto completamente protegida e pronta para enfrentar o dia-a-dia. Só há um senão neste produto: o aroma. É muito enjoativo e intenso. 
 
Nos dias em que não me apetece ficar a cheirar a Sunblock, uso o protetor solar FPS 30 da Cien. Agora já sabem: não dispenso os cuidados da pele (rosto ou corpo), quer seja para evitar o cancro da pele ou o aparecimento de manchas e/ou rugas.

Nota importante da Associação Portuguesa de Cancro Cutâneo para as meninas e meninos mais distraídos: “Evite salas de bronzeamento, ou solários, pois os UV aumentam o risco de cancro cutâneo e aceleram o envelhecimento da pele”. Façam como eu, optem por autobronzeadores ou spray-tan

Qual o vosso produto com FPS preferido?
Até já,

--



Hi everyone!

Lately I’ve been obsessed with a specific type of product and I would like to share it with you.

I can’t live without sunscreen: this means that my choice of makeup and skincare is now influenced by this factor, and SPF is my priority.

Do you know we are not only exposed to UV rays when we’re at the beach, but also when we practice any kind of outdoor sport, do gardening or just by walking in the sun? Yes, it’s true.
I have fair skin, light colored eyes, and have lots of freckles… so I have to be super careful with my skin. I do annual check-ups with a dermatologist, stay out of  direct sunlight in the most dangerous hours, and when I’m at the beach I always have a hat or stay under the shade of a parasol (and keep reapplying the sunscreen). 

I have been really wanting to protect my skin all-year round so I decided to buy products for everyday use, with medium to high SPF. This includes face moisturizer, body moisturizer, foundation, primer, or even bronzer.

Now here’s the twist: have you ever heard of Body Butter with SPF 30? Lush just keeps surprising me! For those of you that don’t know Lush, it is an Handmade Cosmetics brand, made of natural products, not tested in animals. So let’s get back to this Body Butter with SPF… it’s meant to be used in the shower, the texture is very rich and makes your skin ready to face the day, fully protected from UV rays. I find it an awesome idea, very useful. The only problem I have with it is the smell: it’s very strong and even a bit sickening… Apart from that,  nothing to say. In those days when I can’t stand the smell I go for Cien’s 30 SPF sunscreen (the smell really reminds me of the beach).

So now you know, I can’t live without protecting my skin from the sun. This way I can make sure I don’t get wrinkles or dark spots and even skin cancer.

For those of you that can’t live without a tan, go for self-tanning products or spray-tan! They work wonders and don’t damage your skin.

Now I want to know, what is your favorite product with SPF?

Talk to you soon,